Blog

webmaster | Junho 21, 2021 | 0 Comentários

Economia Digital: o que é e tendências

A Economia Digital, também chamada de Nova Economia, consiste em ações comerciais e/ou econômicas que resultam em bilhões de conexões online diárias entre pessoas, empresas, processos, entre outros.

Estima-se que as empresas mais valiosas de 2025 serão o Zoom, a Netflix, o Slack e a Epic Games. Um dos motivos dessa estatística é que todas essas organizações são negócios digitais e que obtiveram resultados expressivos ano após ano, desde 2020.

Para ficar por dentro deste assunto tão importante, leia o artigo até o final.

O que significa Economia Digital?

A Economia Digital abrange o impacto da tecnologia tanto nos padrões de produção quanto nos de consumo, devido à Transformação Digital.

Como os produtos e serviços são comercializados, negociados e pagos hoje em dia? Anúncios nas redes sociais, chatbots e atendimento via WhatsApp, plataformas de pagamento online, entre outros. Isso é o que nos cerca quando realizamos compras, na atualidade.

Enquanto uns se alertam para a perda de empregos devido à automação, outros aproveitam essa onda tecnológica para gerar negócios altamente promissores.

Mas já estamos nessa nova fase e o melhor que podemos fazer é se apropriar dela. Por isso, conheça algumas características da Economia Digital:

Núcleo digital

É o centro da Nova Economia. Trata dos componentes de hardware, como semicondutores, processadores e os próprios dispositivos que os habilitam, como computadores e softwares.

Provedores digitais

Os provedores utilizam essas tecnologias, do núcleo digital, para fornecer produtos e serviços digitais, como pagamentos online, plataformas de e-commerce ou soluções em Machine Learning.

Aplicativos digitais

Envolvem as empresas que utilizam produtos e serviços de provedores digitais para transformar a maneira como conduzem os seus negócios. Como os bancos digitais, startups 100% digitais e as redes sociais.

Exemplo prático: imagine uma pessoa que está criando um aplicativo novo, a partir de uma ideia original. Mas ela precisa de dinheiro para abrir uma empresa, contratar parceiros e pagar pelos softwares.

Em vez de esperar por longos meses para obter um financiamento, uma rápida análise financeira por um banco digital pode liberar o capital.

Depois, a sua próxima dificuldade é conhecer as melhores práticas em desenvolvimento e programação. Basta ligar o computador, há diversos tutoriais, gratuitos ou pagos, nessa área.

Por fim, surge também a necessidade dos profissionais fazerem brainstormings e trabalharem juntos. Solução: assinar softwares como Slack, Miro e Discord. Eles contêm as funcionalidades de chats, chamadas de vídeo e compartilhamento de variados tipos de arquivos no modo colaborativo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: